Entrevista: Com Simone Soares do blog ReciclaDesign

A blogueira Simone Soares cansou de pagar caro por coisas que ela mesma poderia fazer. A oportunidade de criar e compartilhar tantas dicas sobre reaproveitamento e costumização de bens de consumo, mudou a vida da administradora, que começou a conversar com os leitores virtuais no ReciclaDesign há 1 ano, que já tem quase 6.000 curtidas no facebook. Confira a entrevista da semana do Design Me:

1441376_227371704107095_1690243165_n“Quando seus amigos perguntarem onde você comprou você pode se gabar e dizer: “Eu que fiz!” “

Como entrou em contato com design?

Até pouco tempo não conhecia nada sobre design, agora convivo com algumas ramificações do design como o design de interiores e o web design  mas não tenho formação nessa área, tudo o que sei e venho fazendo eu aprendi no dia a dia, pela internet e por meio de dicas de algumas blogueiras.

Como surgiu a ideia de ter um blog?

Estava com um pouco de tempo livre e comecei a ver muita coisa bacana na internet. As imagens e dicas de decoração no estilo faça você mesmo e com reutilização me conquistaram, então comecei a guardar muitas imagens de inspiração e seguir estes blogs. Quando percebi já estava passando horas lendo sobre o assunto, mas ainda não estava fazendo nada com todo esse material e conhecimento. Daí surgiu a idéia do ReciclaDesign para compartilhar  imagens e dicas que eu encontro.

Como você escolheu o tema? E qual sua a dica pra quem quer fazer um blog?

Nas minhas pesquisas o que mais me atraia eram os projetos feitos de reaproveitamento de materiais, que normalmente são considerados como lixo. Daí resolvi unir tudo isso com um pouco de Design, portanto o nome que me surgiu foi ReciclaDesign. Eu escolhi esse tema por me identificar demais com essa proposta, minha vontade era de sair fazendo tudo o que compartilho no blog, mas nem sempre é possível né? Portanto a dica para escolher o tema principal de um blog é falar de algo que você realmente goste. Não precisa ser PHD no assunto, basta ter força de vontade e pesquisar bastante antes de postar, afinal normalmente as pessoas que te seguem confiam na dica e naquilo que você escreve.

A divulgação do blog foi difícil?

Foi difícil porque eu não tinha nem facebook, ou seja, não dava nem para mandar o link para os amigos e dizer: olha, acabei de criar um blog, passa lá pra ver! Foi tudo muito simples, postava sem qualquer expectativa, e no começo achei que só tinha acesso porque eu mesma entrava no blog. Passado um mês as visualizações começaram a aumentar, daí resolvi fazer 1 post por dia. De repente o número de acessos aumentou muito, nem acreditei. Depois disso comecei a postar com maior regularidade, me preocupar mais com o conteúdo e principalmente começar a botar a mão na massa! Então digo que o mais importante é você produzir um conteúdo legal e com a maior frequência possível, o resto vai acontecendo.

photo1

Quais foram suas maiores descobertas?

Bem, primeiro que o mundo dos blogs é maravilhoso. Tem muita gente boa por aí disposta a tornar a vida de pessoas que nem conhece um pouco melhor, mais fácil, mais organizada, mais bonita! Depois descobri que pra ter um blog legal você precisa aprender algumas coisas básicas. Eu já aprendi muito, mas tenho uma lista de coisas que quero e preciso aprender, como técnicas de edição de foto, vídeo e fotografia. Mas pretendo fazer isso do modo mais simples e barato possível, ou seja, pela internet.

Também descobri que é necessário exercer a paciência! As vezes parece que você está escrevendo e as vezes gastando seu próprio dinheiro e ninguém está vendo ou reconhecendo seu trabalho. Infelizmente o retorno desse trabalho não é rápido como a gente imagina ou gostaria, portanto aprendi que tenho primeiro que trabalhar, trabalhar muito que uma hora o retorno aparece. No começo são os feedbacks dos leitores, o número de acesso crescendo, daí começam a surgir propostas de parcerias e algum retorno financeiro e se você vende os produtos que produz as chances de receber pedidos é muito grande. Se você trabalhar duro as coisas acontecem, não nessa ordem necessariamente, mas foi assim comigo.

Os leitores realmente utilizam as dicas, te mandam algum tipo feedback?

Olha… Quando comecei a receber comentários eu me senti muito, muito feliz… Porque nem todo mundo que passa pelo blog quer comentar, e isso não é problema, eu mesma no início passava por muitos blogs e embora adorasse o conteúdo, eu acabava clicando para seguir mas não deixava comentários. Depois percebi o quanto é importante interagir com a blogueira e dar um feedback. Hoje além dos comentários recebo algumas perguntas, encomendas (e eu nem vendo nada..rsrsr) sugestões e etc. Mas quando comecei a receber emails com imagens de decoração que o pessoal fez em casa com inspiração no blog, realmente me senti muito, mas muito realizada. Recentemente fiz um sorteio e uma pesquisa no Blog e também pude sentir o carinho das pessoas, ou seja, as vezes você não recebe nenhum comentário, mas lá no fundinho da tela do PC sempre tem alguém que adora seu trabalho. Mas se pudesse escolher, eu escolheria responder quantos comentários e emails fosse possíveis …. Eu adoro quando o pessoal me escreve.

photo2

Você acha que essa sua iniciativa pode mudar a perspectiva que seus leitores tem sobre o lixo e os bens de consumo?

Com certeza, pois mudou a minha. Eu não ligava muito para os produtos que comprava e nem como descartá-los. Hoje vejo oportunidade em quase tudo o que entra em casa e até mesmo nas lixeiras das ruas. Já me peguei vasculhando caçambas para pegar prateleiras, galhos de árvore, pneus velhos… E só não pego mais porque infelizmente ainda não tenho espaço para armazená-los. Mas agora a palavra da vez é “reaproveitar”! É engraçado pois algumas pessoas próximas a mim, que também acompanham o blog normalmente guardam algumas coisas e dizem… Simone, o que a gente pode fazer com isso? Eu acho o máximo quando isso acontece!

Você incorpora as dicas que dá no ReciclaDesign em seu dia a dia?

Eu me esforço para aproveitar e praticar tudo o que aprendo e compartilho no Blog ReciclaDesign. Em casa já virou rotina perguntarem se vou usar uma garrafa, embalagem ou caixa de papelão. O que não vou reaproveitar coloco separado para a coleta de reciclagem no meu prédio. Infelizmente não dá para realizar todas as dicas e os passo a passos que mostro lá no blog, né? Bem que eu queria… mas tudo tem seu momento. O legal é ir guardando sugestões e na hora certa botar a mão na massa. Aviso… Isso é viciante… Depois que você fizer o primeiro projeto não vai mais querer parar!

Por que você acha importante dar dicas sobre costumização? E com quais materiais mais gosta de trabalhar?

Simplesmente porque cansei de pagar caro por coisas que eu mesma posso fazer. Quer um exemplo clássico? Sabe aqueles shorts com spikes e todo detonado que fizeram e fazem muito sucesso? Já viu quanto custa um? Então, com um pouco de paciência e investimento mínimo dá pra ter um modelo super legal e sem pagar uma fortuna. A internet está cheia de dicas de customização. Eu gosto mais de trabalhar com tinta de todos os tipos, garrafas de vidro, caixas de papelão e madeira, tecidos, latas de alumínio, móveis de madeira… Além disso você pode dar vida nova a uma roupa, sapato ou até mesmo um móvel que estava sem utilização e ainda ganhar uma peça novinha em folha… E quando seus amigos perguntarem onde você comprou você pode se gabar e dizer: “Eu que fiz!” Isso não tem preço !

tumblr_m998y1veOn1qabn08o1_400_large

Quais são os portais sobre design e sustentabilidade que mais te chamam atenção? e por quê?

Falar de sustentabilidade é muito amplo… Digamos que nesse primeiro momento nós brasileiros ainda estamos aprendendo a lidar com o reaproveitamento, que já é um grande passo. Nesse sentido eu me identifiquei muito com blogs de faça você mesmo, cultura muito comum lá fora, onde a mão de obra é bem cara, daí as pessoas acabam fazendo elas mesmas… Espero que esse movimento cresça cada vez mais por aqui.

Vou deixar alguns gringos e brasucas:

A Beautifull Mess / Design Sponge / Ohoh Blog

Casa de Colorir / A casa que a minha Vó queria / Caveira Vaidosa / Keep Calm and DIY

Você acha que a criação de seu blog mudou sua percepção sobre os objetos a sua volta? Sobre os ciclos de vida? O que é lixo ou não? Se sempre há uma forma de reutilizar aquilo que não pode mais cumprir sua função original? 

Com certeza mudou. Hoje realmente penso algumas vezes antes de jogar fora algum produto, se não poderia ser reaproveitado. No começo eu guardava tudo o que achava que poderia ser útil algum dia, mas é nessa hora que você percebe a quantidade de produtos que consumimos. Daí percebi que eu não teria condições de guardar tudo. Então hoje eu só guardo aquilo que já está previsto para algum projeto ou algo que eu penso assim… uau… Isso poderia virar tal coisa. Caso contrário eu separo esses materiais para reciclagem. O mais importante é ter consciência ao comprar qualquer bem, comprar somente aquilo que é realmente necessário e caso não possa reutilizar o material após o consumo, separe para a reciclagem. E é claro…. Deixe seu lixo orgânico que não poderá ser utilizado bem separado dos materiais que podem ser reciclados… Isso facilita muito a vida de quem vive de separar o lixo. Também procure observar se no seu prédio ou próximo de você se existem coletas de outros materiais como óleo de cozinha, lâmpadas, pilhas e eletrônicos!

1625527_259745047536427_29341913_n“Quero agradecer a oportunidade de compartilhar essas informações e dizer que o blog realmente mudou minha vida. O Blog acaba de completar 01 ano e  já tenho muitos planos e novidades agora para 2014!”

Editação: Design Me e Isabella Villalba.

Anúncios